web

counter
 Imed

Ação social

Imed arrecada mais de 600 livros infantis em campanha em prol do Dia Mundial do Livro
24 ABRIL 2016

Por conta do Dia Mundial do Livro, comemorado neste sábado (23), o Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed) promoveu a campanha Doe livros, compartilhe conhecimento. Ao todo, foram arrecadados 634 livros infantis em 16 dias.

 

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui 13 milhões de analfabetos totais e 27% da população brasileira é classificada na categoria de analfabetos funcionais (aqueles que sabem identificar letras e números, mas não têm a habilidade de interpretar textos e realizar operações matemáticas). Os números são alarmantes tento em vista que os analfabetos totais representam 8,7% da população.

 

O material arrecadado foi doado nesta quinta-feira (20) à Associação de Apoio à Criança com Câncer (AACC), em São Paulo, e para a biblioteca de uma escola pública de Manaus (AM), região de atuação do Instituto. O Imed administra o Pronto-Socorro (PS) do Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz, na zona norte de Manaus, desde a inauguração, em junho de 2014. A unidade de saúde é vinculada à Secretaria Estadual de Saúde (Susam-AM) e atende pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

A atuação do Imed busca o desenvolvimento social, com apoio à educação e à cultura. Para Manoel Moreira, diretor do Imed, a iniciativa contribui para o desenvolvimento social da sociedade. "O Instituto se propõe a executar projetos ligados à cidadania e à dignidade das pessoas. A campanha vem de encontro com esses objetivos e ela é relevante e atual, já que propõe a valorização dos livros impressos em um momento em que as novas tecnologias vêm transformando nossa forma de ler."

 

“Fiquei surpresa com o sucesso da ação, não esperava toda a repercussão que a campanha ganhou. Ainda há muito a ser feito, isso é só o começo.”, disse Maria Caroline Dias Lazarini, colaboradora do Imed.

 

“Foi com alegria que recebemos a notícia de que fomos escolhidos pelo Imed para esta doação, que será de grande ajuda para a associação”, disse Michel de Carvalho, coordenador de projetos e marketing da AACC. A organização, sem fins lucrativos, que oferece gratuitamente hospedagem, alimentação, transporte, assistência social, tratamento psicossocial e existencial a crianças com câncer e suas famílias que moram longe de São Paulo. Segundo Carvalho, a associação possui capacidade para acolher 72 pessoas e a taxa de ocupação gira e torno de 60 a 70%.

 

A AACC recebe pacientes de todo o Brasil, principalmente das regiões Nordeste, Norte e Sul, em busca de tratamento na capital paulista, conhecida como o maior centro de tratamento de câncer do país. O foco é atender crianças e adolescente até 18 anos. A associação tem planos de construir um hospital oncológico anexo à casa de tratamento para atender a demanda. Segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, faltam 1.500 leitos para tratamento de câncer.

 

Em Manaus, os livros foram para o acervo da biblioteca da Escola Municipal Professor Raimundo Almeida Lúcio, localizada na zona norte da cidade. A entrega oficial foi realizada pelo diretor administrativo do PS Delphina Aziz, Remídio Vizzotto Jr., acompanhando pelo grupo de líderes da unidade.

 

Para o diretor do Delphina, a campanha superou as expectativas: “É uma honra fazer uma ação social na qual você enxerga nitidamente os benefícios, que não será só para a comunidade, mas para todas as crianças que frequentam a escola hoje e no futuro. Outra coisa é o engajamento dos funcionários e da população, que ficou sabendo da campanha através da mídia e aderiu. Ficou claro que pequenas ações podem dar grandes frutos. Que todos os funcionários se sintam parte disso e sejam multiplicadores da ação.”

 

A gestora da Escola Raimundo Almeida, Elissandra de Andrade destacou a importância da doação para a formação dos alunos. “Tínhamos o espaço, mas não este acervo que foi doado pelo Imed. Será possível realizar atividades diferenciadas e incentivar nossos alunos a desenvolver uma visão crítica da sociedade”. A Escola Raimundo Almeida conta com 1,3 mil alunos com turmas que vão do 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental.


Voltar
Todos direitos reservados | IMED - 2017 - Desenvolvido por líbero+