HEF é o único hospital do interior de Goiás a conquistar certificação de UTI Eficiente

Hospital Estadual de Formosa (HEF) recebe certificado de UTI Eficiente, unidade administrada por IMED - Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento

Unidade de Formosa é reconhecida no Estado pela excelência nos cuidados intensivos com os pacientes do SUS

O Hospital Estadual de Formosa (HEF), unidade do governo de Goiás administrada pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED, alcançou a certificação de UTI Eficiente, reforçando seu compromisso contínuo com a qualidade no cuidado de pacientes críticos. O HEF é a única unidade hospitalar do interior do Estado a conquistar o selo neste ano.

Concedida pela Epimed Solutions, em colaboração com a Associação de Medicina Intensiva Brasileira – AMIB, a certificação UTI Eficiente indicando altos padrões de desempenho e eficiência na prestação de serviço e atendimento aos pacientes. A avaliação baseia-se nas Matrizes de Eficiência do sistema Epimed Monitor, que consideram critérios como a Taxa de Mortalidade Padronizada (TMP) e a Taxa de Utilização de Recursos Padronizada (TURP), adaptadas à gravidade do paciente.

Para Luciano Dutra, diretor do HEF, a certificação reafirma a missão da unidade em servir a comunidade e contribuir para uma assistência médica excepcional na saúde pública de Goiás.

“Estamos imensamente orgulhosos por termos conquistado esta prestigiada certificação UTI Eficiente de 2024. Isso reforça o papel crucial que o HEF desempenha na promoção da saúde em Goiás. Nossa equipe trabalha diariamente para oferecer um cuidado humanizado e de alta qualidade, e essa certificação é uma validação do nosso compromisso em elevar constantemente os padrões de cuidado”, afirma o gestor.

Oliver Vilanova, médico intensivista e coordenador da UTI do HEF, enfatiza a importância do projeto UTIs Brasileiras e do programa EpiMed para promover melhorias contínuas na qualidade da assistência aos pacientes críticos. “O projeto UTIs Brasileiras e o uso do programa EpiMed ajudam a mensurar dados importantes para a melhoria contínua da qualidade de assistência aos pacientes críticos. É ótimo saber que nosso foco em melhorar a qualidade de cuidados no HEF gerou frutos, melhor ainda é ver isso refletido na jornada de cada paciente atendido aqui”, destaca o médico.

Diferenciais de eficiência

A presença de um profissional intensivista, uma equipe multidisciplinar integrada e o round clínico multidisciplinar diário são componentes essenciais para a eficiência da UTI. O round clínico diário possibilita a revisão regular do estado de saúde de cada paciente, a avaliação das intervenções realizadas e a identificação rápida de novas necessidades ou preocupações, garantindo assim a segurança e a qualidade do cuidado prestado na UTI do HEF.

A expertise especializada em medicina intensiva permite tomada de decisões rápidas e precisas diante das condições dos pacientes críticos. Além disso, a equipe multidisciplinar colabora para uma abordagem coordenada e abrangente, pois reúne profissionais de diversas áreas para monitoramento contínuo e comunicação eficaz.

Regionalização da saúde

A eficiência da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HEF representa um grande avanço nos tratamentos oferecidos na região do entorno do Distrito Federal. Inaugurada em julho de 2020 sob a administração do IMED, a unidade também foi destinada ao tratamento de Covid-19. Após redução dos casos da doença em todo o país, ela foi adaptada para receber pacientes com outras patologias.

O hospital atende a região oferecendo cuidado de saúde de baixa e média complexidade à comunidade. O compromisso com a humanização do atendimento é uma marca do hospital, que visa não apenas o tratamento das necessidades médicas, mas também a valorização do bem-estar emocional e psicológico dos pacientes e de suas famílias. Atualmente, a unidade conta com 20 leitos de UTI e após a expansão sua capacidade será duplicada.

Assessoria de Comunicação do HEF

Deixe um comentário